Segundo a normatização do Departamento Nacional do Controle do Espaço Aéreo do Ministério da Defesa-DECEA  para a atividade de aeromodelismo, aeromodelos  com peso de decolagem maior do que 250 gramas somente poderão ser operados em Área Adequada, ou seja, em polígono de dimensões e volumes definidos, apropriados à prática do aeromodelismo, observados os parâmetros regulares de distância de aeródromos e de rotas conhecidas de aeronaves tripuladas, assim como de pessoas não anuentes.

A exigência de Área Adequada para a atividade é o principal motivo da existência de agremiações e associações de aeromodelismo, como a AMA/RJ. Embora a normatização não exija habilitação para voar aeromodelos, é conveniente que o aeromodelista seja treinado e “checado” por instrutor credenciado para o tipo de operação, de modo a obter o seu   BRA

( que é o brevê do aeromodelista) e o correspondente seguro de responsabilidade civil, que poderão ser conseguidos com a filiação à AMA-UFRJ.        

O aeromodelo é uma aeronave. Mais especificamente, o aeromodelo é uma aeronave não tripulada, de voo livre ou remotamente operada, para utilização exclusivamente recreacional. O aeromodelismo, portanto, é a prática de construir e voar aeromodelos com finalidade puramente recreativa. As modalidades de aeromodelismo praticadas na AMA-UFRJ são, em ordem de popularidade, o aeromodelismo de controle remoto por transmissores de radio frequência, também conhecido como radio-controle ou RC e o voo circular controlado por cabo, também referido como VCC ou pela designação de U-Control. A AMA-UFRJ ainda não tem afiliados na modalidade de voo livre.Na AMA-UFRJ o aeromodelismo RC é o que registra maior número de praticantes, já que comporta várias sub-modalidades, as principais sendo os aeromodelos motorizados  de asa rotativa (helicópteros e quadricópteros ou drones) e os de asa fixa, que são, por ordem de dificuldade de operação, os treinadores (ou trainers), os planadores, os fun-flyers, os semi-escala (que buscam replicar as aeronaves reais com grande quantidade de detalhes),  os acrobáticos, os de corrida de pilões (pylon racers) e finalmente, os turbo-hélices e jatos puros (ou jets).  Dependendo do tipo de propulsão os aeromodelos motorizados podem ser glow (de dois ou quatro tempos), a gasolina automotiva, jet fuel ou elétricos. Os praticantes de VCC são menos numerosos.